Em Maputo, ministros discutem desafios da migração laboral

6 novembro 2015

Encontro da Organização Internacional para Migrações decorreu na capital moçambicana com a participação da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral; meta é facilitar mobilidade dos trabalhadores.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, organizou na capital de Moçambique, Maputo, um encontro sobre o mercado laboral da região da África Austral.

A reunião de dois dias terminou esta sexta-feira com a participação de delegações dos Ministérios do Trabalho da RD Congo, Ilhas Maurícias, Moçambique, Namíbia, Zâmbia e Zimbábue.

Direitos

A ideia era familiarizar os ministros da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, Sadec, com iniciativas da OIM sobre migração laboral. A agência mostrou modelos para a administração da migração motivada por fins trabalhistas e como priorizar neste processo os direitos humanos e a proteção social.

A OIM espera que seja criado um mapa para melhorias das práticas da migração laboral na região. Os parcipantes discutiram desafios, falta da recolha eficaz de dados e fraca cooperação entre fronteiras.

A agência parceria da ONU promove a criação de um projeto piloto sobre migração circular entre os países da Sadec.

Este projeto é financiado pela OIM, por meio de um fundo que ajuda os países a melhorar seus programas migratórios. Mais de 480 projetos do tipo foram implementados em 112 países, num orçamento de US$ 8,5 milhões.

Leia Mais:

Moçambique divulga relatório sobre mortes do caso Chitima

Angola quer ampliar financiamento para cumprir com os ODS

Acnur espera que refugiados no Malaui retornem para Moçambique

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud