Líbia: coordenador humanitário pede libertação de trabalhadores sequestrados
BR

3 novembro 2015

Dois homens foram raptados em junho enquanto estavam a caminho de entregar itens de assistência; Ali Al-Za’tari alertou que ameaças persistentes a trabalhadores humanitários estão prejudicando a entrega de ajuda essencial.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O coordenador humanitário das Nações Unidas na Líbia condenou esta terça-feira o sequestro de dois trabalhadores do setor no sul do país.

Ali Al-Za’tari alertou que as ameaças persistentes a trabalhadores humanitários estão prejudicando a entrega de ajuda essencial naquela região do país.

Riscos

Ele afirmou que estes “trabalhadores humanitários viajaram 400 kilômetros de sua cidade natal para ajudar seus compatriotas apesar dos riscos” e “merecem ser “apreciados, não sequestrados”.

Os dois homens, Mohamed al-Monsef Ali al-Sha’lali e Walid Ramadan Salhub, trabalham para a instituição de caridade Tahir Azzawy, que é parceira de diversas agências internacionais humanitárias.

Libertação Imediata

Eles foram sequestrados em 5 de junho, no sul da Líbia, enquanto estavam a caminho de entregar itens de assistência em áreas do sudoeste do país.

Pedindo por sua “libertação imediata e incondicional”, o coordenador humanitário fez um apelo aos líbios em posição de influência que intervenham para que os trabalhadores sejam soltos.

Conflito

O representante da ONU destacou que fazer reféns e direcionar ataques a civis envolvidos em assistência humanitária são “crimes de guerra”.

A Líbia tem sido marcada por confrontos entre facções desde a revolução de 2011, com a situação continuando a se deteriorar nos últimos meses, em meio à fragmentação política.

Leia Mais:

ONU apela ao redobrar de esforços para desfecho com sucesso do diálogo líbio

Milhares de líbios serão envolvidos em ações de sensibilização sobre minas

ONU quer investigação sobre queda de helicóptero que matou 12 na Líbia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud