ONU expressa "profunda tristeza" sobre queda de avião russo
BR

1 novembro 2015

Secretário-geral enviou condolências às famílias das vítimas e ao governo da Rússia; todos os passageiros morreram; o jato saiu de Sharm el-Sheikh, no Egito e seguia para São Petersburgo quando caiu na região na Península do Sinai.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou "profunda tristeza" com a queda de um avião russo neste sábado no Egito. Não houve sobreviventes.

Ban enviou condolências às famílias das vítimas e ao governo da Rússia. O jato saiu do balneário de Sharm el-Sheikh, no Egito e seguia para São Petersburgo.

Causa do Acidente

O secretário-geral da Organização Mundial do Turismo, Taleb Rifai, também lamentou o acidente.

O Airbus A-321 da companhia aérea russa Kogalimavia levava 224 pessoas a bordo e caiu na Península do Sinai. As autoridades egípcias estão investigando as causas do acidente.

De acordo com as agências de notícias, a queda do avião foi causada provavelmente por um problema mecânico e não há nenhum indício de atentado terrorista.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud