Ban felicita eleições pacíficas e ordeiras na Tanzânia

30 outubro 2015

Secretário-geral disse que continua preocupado com anulação do pleito em Zanzibar; autoridades eleitorais declaram Pombe Magufuli vencedor do pleito presidencial.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral felicitou ao povo, ao governo e aos políticos da Tanzânia pela "forma pacífica e ordeira" como o país realizou as eleições de 25 de outubro.

Em nota, Ban Ki-moon disse que a "conduta responsável dos cidadãos" do país ao votar e aguardar os resultados foi uma manifestação concreta do seu compromisso com a democracia, a paz e a estabilidade.

Vencedor

Esta quinta-feira, a Comissão Nacional Eleitoral declarou que o candidato John Pombe Magufuli foi vencedor da disputa presidencial tanzaniana.

O candidato do partido Chama Cha Mapinduzi, que governa o país desde 1961, obteve 58% dos votos tendo deixado em segundo lugar o ex-primeiro-ministro Edward Lowassa que ganhou 40%.

Entretanto, Ban disse continuar preocupado com a situação em Zanzibar e sublinhou que quaisquer litígios relacionados com o processo eleitoral "devem ser resolvidos através do quadro jurídico existente de forma pacífica e transparente".

Calma

O pleito de domingo foi anulado no arquipélago semi-autónomo da Tanzânia, porque segundo as autoridades eleitorais não decorreu de forma justa e livre.

A todas as partes, o apelo do chefe da ONU é que mantenham a calma, rejeitem o uso da violência e evitem declarações que possam agravar as tensões.

Leia Mais:

Representante da ONU apela a votação serena este domingo na Tanzânia

Tanzânia cita medidas para combater assassinato de albinos