Ban saudou decisão da União Africana de abordar impasse político no Burundi

27 outubro 2015

Secretário-geral das Nações Unidas telefonou para o presidente da Comissão da União Africana, Nkosazana Dlamini Zuma, para discutir a situação no país; pelo menos 198 pessoas morreram desde abril, após o anúncio da candidatura do presidente Pierre Nkurunziza ao terceiro mandato.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU telefonou para a presidente da Comissão da União Africana, Nkosazana Dlamini Zuma, para discutir a situação no Burundi.

O informe foi feito pelo porta-voz de Ban Ki-moon a jornalistas esta terça-feira.

Impasse Político

Segundo Stephane Dujarric, o chefe da ONU saudou a decisão tomada pelo Conselho de Paz e Segurança da União Africana para abordar o impasse político e a deterioração da situação de segurança no Burundi.

A decisão foi tomada a 17 de outubro. Ban mencionou que tal ação “abrangente e resoluta” poderia oferecer ao Burundi a oportunidade de pôr um fim à violência contínua e encontrar uma solução política consensual sobre o caminho a seguir.

O secretário-geral garantiu ao representante que a ONU está pronta para fornecer qualquer apoio necessário para a implementação das medidas acordadas pelo Conselho da União Africana.

Mortes

O Escritório de Direitos Humanos da ONU anunciou na sexta-feira que está extremamente preocupado com o  “rápido agravamento” da situação da segurança e dos direitos humanos no Burundi.

Pelo menos 198 pessoas morreram desde abril, após o anúncio da candidatura do presidente Pierre Nkurunziza ao terceiro mandato. Somente nas últimas três semanas morreram 63 pessoas que correspondem a cerca de um terço do total.

Leia Mais:

Violência matou pelo menos 198 pessoas em seis meses no Burundi

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud