ONU saúda Quarteto de Diálogo Nacional da Tunísia pelo Nobel da Paz
BR

9 outubro 2015

Secretário-geral afirmou que prêmio “pertence a todos que fizeram nascer a Primavera Árabe”; Unesco diz que homenagem é um “tributo à população civil”.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou esta sexta-feira o Quarteto de Diálogo Nacional da Tunísia por ter recebido o Prêmio Nobel da Paz deste ano.

O quarteto é composto pela União Sindical Geral da Tunísia, pela Confederação da Indústria, Comércio e Artesanato, pela Liga de Direitos Humanos e pela Ordem de Advogados do país.

Primavera Árabe

Ban afirmou que o “prêmio pertence a todos os que fizeram nascer a Primavera Árabe e estão lutando para salvaguardar os sacrifícios feitos por muitos”.

O anúncio oficial foi feito em Oslo, pela presidente do Comitê Nobel da Noruega, Kaci Kullman.

Ela disse que o Quarteto é reconhecido pela contribuição decisiva na construção de uma democracia pluralista na Tunísia, na sequência da Revolução do Jasmim de 2011.

Processo Inclusivo

O chefe da ONU afirmou ainda que “acima de tudo, esse tributo mostra que um progresso duradouro exige um processo inclusivo”.

Segundo ele, a Primavera Árabe começou com grandes esperanças que foram substituídas rapidamente por graves dúvidas. Mas Ban disse que a Tunísia “conseguiu evitar as decepções que ocorreram em outros países”.

O secretário-geral afirmou que o Quarteto ajudou a implementar as mudanças exigidas pelos tunisianos e foi fundamental para a estabilidade, a integridade e a busca pela justiça no país.

Além disso, Ban declarou que o grupo oferece a “esperança” de que sérios desafios políticos podem ser superados através do diálogo e do consenso.

Inspiração

Para o chefe da ONU, o exemplo do Quarteto serve de inspiração para a região e para o mundo.

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, Irina Bokova, afirmou que a escolha é “um tributo à sociedade civil”.

Bokova disse ainda que o prêmio representa um “chamado de apoio a todas as forças da sociedade na luta pela democracia, pluralismo e do Estado de direito”.

Leia Mais:

OIM e Acnur formam técnicos para salvar migrantes no Mediterrâneo

Ban presta solidariedade após ataques terroristas no Kuwait e na Tunísia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud