Unesco calcula que mundo precisa de 11 milhões de professores primários
BR

5 outubro 2015

Dia Mundial dos Professores é celebrado neste 5 de outubro; para agência adoção da Agenda 2030 traz oportunidade de se traçar um plano para docentes, que são muitas vezes “desvalorizados”.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

É celebrado nesta segunda-feira, 5 de outubro, o Dia Mundial dos Professores. A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, aproveita a data para lembrar a importância dos docentes para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS.

A nova agenda global deve ser cumprida pelos países até 2030. Entre os 17 objetivos, o de número quatro é “garantir educação inclusiva e de qualidade para todos”.

Desvalorização

Apesar do reconhecimento global sobre a importância dos professores na vida das crianças, a Unesco lamenta que muitas vezes, os docentes sejam “desvalorizados e desprestigiados”.

Segundo a agência, existe cada vez mais uma falta de professores qualificados, porque o treinamento profissional inadequado está aumentando. A Unesco calcula que para atingir a educação primária universal até 2020, os países precisarão contratar 10,9 milhões de professores.

Trabalho Decente

Os docentes voltados para a educação na primeira infância muitas vezes recebem pouco ou nenhum treinamento, baixos salários e benefícios, quase nenhuma perspectiva de carreira e têm baixo status econômico e social, de acordo com a Unesco.

Por isso neste ano, o Dia Mundial dos Professores destaca a necessidade de dar “autonomia a todos os professores, fornecendo condições de trabalho decentes, seguras e saudáveis”.

A Unesco aproveita a data para lançar nesta segunda-feira uma campanha online para professores que desejam ser ativistas para progressos na área de educação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud