Quarteto para o Oriente Médio condena violência na região
BR

30 setembro 2015

Representantes das Nações Unidas, União Europeia, Rússia e Estados Unidos encontram-se às margens da Assembleia Geral; diplomatas avaliam que ataques, assentamentos e demolições colocam em perigo a solução de dois Estados.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Os representantes do Quarteto de Paz para o Oriente Médio encontraram-se na tarde desta quarta-feira, em Nova York, às margens da Assembleia Geral. Na ONU, os diplomatas condenaram, nos termos mais fortes, a “violência contra civis israelenses e palestinos”.

Participaram do encontro o secretário-geral Ban Ki-moon; o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov; o secretário de Estado americano, John Kerry, e a alta representante da União Europeia, Federica Mogherini.

Locais Sagrados

O Quarteto está muito preocupado com a recente violência e o aumento das tensões em locais sagrados de Jerusalém. Os diplomatas pedem a israelenses e a palestinos para conterem as ações e evitarem ações provocativas e retóricas.

Os líderes destacam ser importante preservar, em palavras e na prática, o status quo de locais sagrados. O Quarteto também se preocupa com as atividades de assentamento, as altas taxas de demolições de prédios palestinos, ações que “põe em perigo a viabilidade de uma solução de dois Estados”.

O Quarteto de Paz para o Oriente Médio ressalta que Israel e Palestina precisam mostrar, por meio de políticas e de ações, um compromisso genuíno a essa solução, e assim, reconstruir a confiança e evitar num novo ciclo de escalada das tensões.

Bandeira da Palestina é hasteada na sede da ONU pela primeira vez

ONU preocupada com escalada das tensões em Jerusalém e Cisjordânia | Rádio das Nações Unidas

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud