Proteção do patrimônio cultural mundial em debate na sede das Nações Unidas
BR

27 setembro 2015

Encontro foi co-organizado pelas Missões da Itália e da Jordânia junto à ONU, em colaboração com a Interpol, Unesco, Unodc e outros parceiros.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Um evento na sede da ONU neste domingo debateu a proteção do patrimônio cultural mundial. A reunião aconteceu às margens da Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável.

O encontro foi co-organizado pelas Missões da Itália e da Jordânia junto à ONU, em colaboração com a Interpol, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, o Escritório da ONU sobre Drogas e Crime, Unodc, e outros parceiros.

Unesco

Para a chefe da Unesco, “é extremamente importante falar da destruição do patrimônio como limpeza cultural” e “como uma ameaça à paz e à segurança”.

Irina Bokova disse acreditar que seja um “crime de guerra” e citou o Estatuto de Roma.

Já o chefe do Unodc, Yury Fedotov, afirmou que a agência está “honrada” em participar da iniciativa que chamou de “muito importante e oportuna” para “proteger a herança cultural e mobilizar a comunidade internacional contra o tráfico e destruição de propriedade cultural”.

Leia Mais:

Unesco saúda entrega ao TPI de suspeito de destruir património de Timbuktu

ONU encoraja preservação do património cultural sírio e iraquiano