Por liderança no clima, primeira-ministra de Bangladesh ganha prêmio da ONU
BR

14 setembro 2015

Premiação do “Campeões da Terra” será no dia 27 de setembro, em Nova York, no encerramento da Cúpula das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável; produtora brasileira de cosméticos Natura também será premiada.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, anunciou nesta segunda-feira que a primeira-ministra de Bangladesh, Sheikh Hasina, é uma das vencedoras do prêmio Campeões da Terra das Nações Unidas.

A premiação é em reconhecimento às iniciativas do país para lidar com a mudança climática.

Desenvolvimento

A agência da ONU afirmou que como primeira-ministra de um dos países menos desenvolvidos do mundo, Sheikh Hasina “provou que investir na mudança climática é conducente com alcançar desenvolvimento econômico e social”.

O Pnuma também mencionou que Bangladesh é um dos países mais populosos do mundo, com mais de 159 milhões de pessoas, e é um dos mais vulneráveis aos impactos da mudança climática.

Ciclones, enchentes e secas têm feito parte da história do país, mas se intensificaram nos últimos anos.

Liderança e Visão

Segundo o diretor-executivo do Pnuma, Achim Steiner, através de uma série de iniciativas políticas e investimentos, Bangladesh colocou confrontar o desafio da mudança climática no centro do seu desenvolvimento”.

Ele disse ainda que Sheikh Hasina demonstrou “liderança e visão” tanto em tornar a mudança climática uma questão de prioridade nacional como em defender uma resposta global ambiciosa.

Para Steiner, ela “continua sendo um exemplo a ser seguido enquanto os líderes mundiais buscam tomar medidas sobre mudança climática como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a conferência do clima em Paris, em dezembro”.

Natura

A premiação será no dia 27 de setembro, em Nova York, no encerramento da Cúpula das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável .

Além de Sheikh Hasina, outros vencedores anunciados até agora foram: a produtora brasileira de cosméticos Natura, na categoria “Visão Empresarial"; a sociedade National Geographic, na categoria “Ciência e Inovação”; e o grupo sul-africano Black Mamba de combate à caça ilegal na categoria “Inspiração e Ação”.

Leia Mais:

Natura reconhecida pela ONU por seu compromisso com a sustentabilidade

Grupo sul-africano que atua no combate à caça ilegal ganha prémio da ONU