Unicef oferece apoio a mulheres e crianças em busca de refúgio na Europa

8 setembro 2015

Agência e parceiros oferecem água, comida e brinquedos em centros de acolhimento; adultos devem receber sessões de aconselhamento na República jugoslava da Macedónia e na Sérvia.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, anunciou esta terça-feira que ajuda pessoas que estão em busca de refúgio na Europa, que "continuam a passar em número crescente" pela antiga República jugoslava da Macedónia e pela Sérvia.

Entre 1 e 6 de setembro foram registados cerca de 10 mil cidadãos provenientes da Grécia, que atravessaram a área de  Gevgelija  na Antiga República Jugoslava da Macedónia.

Centros de Acolhimento

A agência estima que 40% deles são mulheres e crianças, mas chama atenção para a possibilidade de o número real poder chegar ao dobro em centros de acolhimento dos dois países. De acordo com o Unicef, há famílias que viajam sem registo oficial.

As ações da agência aumentam nas duas nações, onde são desenvolvidas com parceiros. Em Gevgelija, os serviços humanitários em centros de acolhimento incluem atender as necessidades imediatas de mulheres e crianças, incluindo o fornecimento de água, comida e brinquedos.

Água

Na área, foram implantados centros amigos da criança onde até 50 menores de cada vez podem jogar e ter apoio psicossocial. Mulheres podem descansar e cuidar dos seus bebés. Estão igualmente a ser instalados tanques de água.

Desde julho, mais de 64 mil pessoas foram registadas no centro de receção em Gevgelija, na Antiga República Jugoslava da Macedónia.

No mesmo período, mais de 7.720 pessoas foram registadas a atravessar a Sérvia através da área fronteiriça de Presevo.  Outras 89.161 disseram ter intenção de pedir asilo e foram registadas na Sérvia no mesmo espaço de tempo.

Processo

Para os refugiados que entraram no país e pretendem pedir asilo, são dadas 72 horas para concluir o processo. A maioria deles continua a viajar para norte de autocarro para a capital, Belgrado.

Em seguida passam pela Hungria antes de chegar aos países da Europa ocidental ou do norte para fugir da violência na Síria, no Afeganistão e no Iraque.

Brinquedos

Um espaço para crianças também foi criado em Presevo e equipado com materiais e brinquedos educativos. No local, também decorrem atividades recreativas e educativas consideradas "benéficas para o bem-estar físico e emocional das crianças em movimento através da Sérvia".

O Unicef quer oferecer sessões de aconselhamento aos pais sobre temas como saúde, nutrição infantil, higiene e questões de segurança.

O plano é abrir mais espaços amigos da criança na capital sérvia, Belgrado, e na cidade de Kanjiza perto da fronteira húngara. Os locais devem ser usados por refugiados e migrantes em trânsito através da Sérvia.

Leia Mais:

Ban pede a líderes europeus que sejam a voz dos que carecem de proteção

Acnur quer que a Europa crie centros de processamento de pedidos de asilo

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud