Ban pede a líderes europeus que sejam a voz dos que carecem de proteção
BR

7 setembro 2015

Secretário-geral apelou ao equilíbrio na divisão de responsabilidades em abrigar pessoas; chefe da ONU abordou vários representantes da UE via telefone; expectativa é que haja firmeza para deter fenómenos como xenofobia.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral apelou aos líderes europeus que sejam a voz dos que precisam de proteção, em chamadas telefónicas para discutir a crise migratória.

Ban Ki-moon pediu a diversos representantes de países do bloco que encontrem rapidamente uma abordagem conjunta para as crises de refugiados e de migração onde a partilha das responsabilidades seja feita de forma equilibrada.

Esforços

O chefe da ONU mencionou a Alemanha e a Áustria por continuarem a acolher milhares de pessoas que fogem de países em conflito. Em nota, divulgada pelo seu porta-voz, o secretário-geral garantiu a disponibilidade da ONU para continuar a apoiar os esforços dos líderes europeus.

A meta é desenvolver uma resposta eficaz, viável e que vá de encontro aos direitos humanos universais e às normas humanitárias, incluindo o direito de pedido de asilo.

Xenofobia

Ban elogiou aos líderes da UE por terem manifestado a sua preocupação com o aumento da xenofobia, da discriminação e da violência contra migrantes e refugiados na Europa.

Ban disse esperar que qualquer manifestação destes fenómenos seja “abordada com firmeza e sem demora".

O apelo segue-se vários pedidos feitos na semana passada por agências e altos funcionários da ONU por uma ação rápida por causa do agravamento das crises de migração na Europa.

Candidatos a Asilo

No domingo, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, apelou à União Europeia para que receba até 200 mil candidatos a asilo que fogem de zonas de conflito como a Síria, o Iraque e o Afeganistão.

A agência também saudou a decisão da Áustria e da Alemanha de receber milhares de refugiados e migrantes que atravessam a fronteira húngara desde sexta-feira.

O Acnur defende a execução de um plano de emergência para gerir a crise perante o maior afluxo de refugiados na Europa em décadas.

Leia Mais:

Acnur quer que a Europa crie centros de processamento de pedidos de asilo

Agência da ONU recebe doações em reais para refugiados da Síria

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud