Zeid deplora nova alegação de abuso sexual na República Centro-Africana

3 setembro 2015

O chefe de Direitos Humanos da ONU foi informado recentemente sobre uma menina vítima de integrante da força militar francesa; caso ocorreu há um ano e Zeid Al Hussein destaca que a rapariga teve um bebé.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos foi recentemente informado de um caso de abuso sexual contra uma jovem na República Centro-Africana, ocorrido há um ano.

Segundo Zeid Al Hussein, a rapariga foi abusada por um integrante da força militar da França que atua no país. A adolescente acabou por ficar grávida e o bebé nasceu em abril.

Apoio

O Escritório de Direitos Humanos trabalha ao lado da Missão da ONU na República Centro-Africana, Minusca, e do Unicef, na prestação de apoio psicossocial para a jovem vítima e sua família.

A nova alegação surge na sequência de casos divulgados em agosto pela ONG Amnistia Internacional, a envolver tropas da ONU na República Centro-Africana.

Investigação

Nesta quinta-feira, o chefe de direitos humanos da ONU declarou que apesar do novo caso não envolver soldados de paz das Nações Unidas, “é preciso encontrar maneiras de evitar tantos actos hediondos, cometidos por soldados em qualquer lado do mundo”.

Zeid Al Hussein lembrou que os militares têm a obrigação de proteger pessoas vulneráveis. O alto comissário encontra-se na República Centro-Africana e destacou que a ONU está pronta para ajudar as autoridades francesas nas investigações.

Zeid também afirmou que qualquer militar ou soldado da ONU que for considerado culpado de cometer abuso sexual deve receber uma sentença apropriada ao crime.

Leia Mais:

Confrontos na República Centro-Africana atenuaram esta quinta-feira

Ataque na República Centro-Africana fere funcionário da Cruz Vermelha

Minusca "determinada" a resolver questão de abusos

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud