OMS: novo caso de ébola na Serra Leoa leva à expansão de teste com vacina

2 setembro 2015

País africano havia ficado quase três semanas sem registar nenhum caso; teste com vacina experimental está a ocorrer na Guiné Conacri.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A detecção de um novo caso de ébola na Serra Leoa após o país ter ficado quase três semanas sem nenhum caso, incentivou o uso de uma nova vacina para combater a doença.

A informação é da Organização Mundial da Saúde, OMS. Segundo o representante da agência no país, Anders Nordstrom, o órgão “manteve suas equipas em alerta e prontas para responder e encerrar qualquer nova transmissão”.

Vacinação

A equipa de especialistas a conduzir o teste da chamada “vacinação em anel”, em Conacri, viajou ao distrito de Kambia na Serra Leoa, onde o novo caso foi registado no sábado.

Ainda segundo a OMS, a fonte da transmissão do vírus está a ser investigada e todas as pessoas que possam ter tido contato com o indivíduo infetado estão a ser rastreadas.

Eficácia

Resultados preliminares publicados em julho mostram que a vacina em fase de testes na Guiné Conacri, é "muito eficaz contra o ébola".

A estratégia da vacinação em anel envolve imunizar todas as pessoas que tiveram contato com um paciente infetado com o ébola. São vacinados também os contatos dos contatos, criando assim um "anel de imunidade", com o objetivo de interromper a transmissão do vírus.

Leia Mais:

OMS anuncia vacina que pode ser "divisor de águas" no combate ao ebola

Vacina contra ebola começa a ser testada na Guiné

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud