Burundi: ONU fala de eleições municipais conduzidas de forma mais adequada

28 agosto 2015

Relatório preliminar da Missão de Observação Eleitoral das Nações Unidas compara votação do princípio desta semana às presidenciais; documento destaca questões de direitos humanos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão da ONU de Observação Eleitoral no Burundi, Menub,  disse ter faltado acesso da media independente às eleições municipais realizadas no princípio desta semana.

Nas conclusões preliminares sobre a condução do processo, a Menub destaca que este ocorreu de forma adequada e o ambiente  global foi mais propício à realização de eleições credíveis do que as presidencias e as legislativas.

Direitos Humanos

Falando à Rádio ONU, de Bujumbura,  o porta-voz da Menub, Vladimir Monteiro, disse que continuam entretanto os desafios na área dos direitos humanos.

"Foram eleições menos importantes em termos políticos, que a Menub observou no quadro do seu mandato. De forma geral, a  Menub reitera o fato de estas terem decorrido num ambiente propício, sem muita violência mas na ausência da cobertura dos media independente. Em relação aos direitos humanos tem se notado o agravamento da situação nomeadamente com a ausência da e liberdade de expressão com encerramento dos media privados, com detenção de pessoas, de manifestantes, de desaparecimentos e até assassinatos."

Posse

O documento destaca que os principais desenvolvimentos políticos ocorridos  no país, incluindo a tomada de posse do presidente, não tiveram impacto direto no ambiente pré-eleitoral.

A animosidade política diminuiu do período de campanha e não resultou numa melhoria geral no respeito das liberdades de opinião e de expressão, informação, movimento e associação dos  burundeses.

A Menub realça que o foco da campanha eleitoral foram exclusivamente os problemas de desenvolvimento local e destaca que no geral, o espaço democrático permaneceu severamente restrito.

Leia Mais:

Ban exorta líder burundês a seguir a via da inclusão e reconciliação

ONU condena morte de ex-chefe do Estado-Maior do Exército do Burundi

ONU: situação no Burundi deteriora-se, com 96 mortos

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud