OMS quer erradicar doenças tropicais negligenciadas até 2020
BR

27 agosto 2015

Plano global busca integrar melhores serviços de água, saneamento e higiene; 17 tipos de doenças afetam mais de 1 bilhão de pessoas pobres do mundo; OMS garante que soluções já existem.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, revelou nesta quinta-feira um plano global para eliminar as doenças tropicais negligenciadas, DTNs, até 2020. A proposta é integrar melhores serviços de água, saneamento e higiene em intervenções públicas de saúde.

A diretora de Saúde Pública da OMS explica que já existem soluções para combater as DTNs. Maria Neira cita como exemplos o acesso à água potável, o manejo adequado do esgoto, a melhoria das condições de higiene e um melhor manejo ambiental.

Comunidades Pobres

Doença de Chagas, leishmaniose, hanseníase, dengue e raiva fazem parte do grupo de 17 doenças tropicais negligenciadas. São causadas por vermes, protozoários, bactérias ou vírus. Segundo a OMS, 1 bilhão de pessoas pobres em 149 países são afetadas.

Um relatório recente da agência mostra que mais de 660 milhões de pessoas não têm acesso a fontes de água limpa. Além disso, o saneamento adequado não está disponível para 2,5 bilhões. Falta de higiene e esgoto a céu aberto são fatores de risco para a transmissão de várias DTNs.

Mortes

Mais de meio milhão de pessoas morrem, por ano, após contrair uma dessas doenças. Por isso, a OMS defende que intervenções para melhorar a higiene e o saneamento serão essenciais para eliminar as DTNs.

Outro benefício do projeto será a melhoria de vida nessas comunidades mais pobres. Além de promover boas condições de higiene e saneamento, a OMS tem outras quatro estratégias: quimioterapia preventiva, intensificação do manejo de doenças, controle de vetores e serviços públicos de saúde veterinária.

O projeto de cinco anos está em linha com uma resolução da Assembleia Mundial da Saúde, que pede a formulação de uma nova estratégia para promover melhores hábitos de saneamento e higiene.

Leia Mais:

OMS quer mais investimentos para combater doenças tropicais

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud