Enviado pede estratégia clara contra ação de grupos armados na Líbia

26 agosto 2015

No Conselho de Segurança, representante da ONU falou do potencial impacto do Isil para a estabilidade e segurança além-fronteiras; Bernardino León realça etapa final do processo de diálogo político.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O representante especial do secretário-geral da ONU para a Líbia pediu ação rápida dos países para a criação de uma estratégia "claramente articulada" de apoio aos esforços para "conter e eliminar" a ameaça de grupos armados.

Falando esta quarta-feira no Conselho de Segurança, Bernardino León pediu a ajuda para o futuro Governo do Acordo Nacional, a nova administração prevista no diálogo político que participa como mediador.

Estabilidade

O representante destacou a ameaça das ações do Daesh,  designação em árabe do autoproclamado Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil. Ele citou o risco para a estabilidade da Líbia e para a segurança regional e internacional.

León disse que está na etapa final o processo de diálogo político para a busca de uma solução pacífica para a crise, que dura mais de um ano. A Missão da ONU na Líbia, Unsmil,  lançou o processo de diálogo há sete meses.

Para León, o processo é difícil e desafiador mas tem-se mostrado cada vez mais resiliente. O enviado citou várias tentativas de perturbadores em todos os lados, que disse terem interesses e agendas contra uma solução pacífica do conflito líbio.

Confiança

León acrescentou que as conversações já percorreram um longo caminho para estreitar o que chamou de "deficit de confiança" entre os atores políticos da Líbia.

Para o mediador, a determinação e o compromisso dos próprios líbios vão salvaguardar a unidade nacional e a integridade territorial do país onde ocorrem disputas entre vários grupos desde a queda do líder Muammar Kadafi, em 2011.

Leia Mais:

ONU assinala “atmosfera positiva” no fim da ronda de diálogo sobre a Líbia

Representante da ONU inicia conversas com partidos políticos da Líbia

Processo da Líbia pode ser concluído nas próximas semanas, diz mediador 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud