Última paciente com ébola na Serra Leoa recebe alta de centro de tratamento

25 agosto 2015

País deve ficar 42 dias sem nenhum caso para ser declarado livre da doença; OMS pede continuação de trabalho intenso para travar a doença que fez quase 4 mil mortos na nação africana.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O último paciente de ébola na Serra Leoa recebeu alta esta segunda-feira do centro de tratamento de Makheni, na capital Freetown.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, OMS, o país deve ser declarado livre da doença se não registar nenhum caso durante 42 dias. A contagem começou esta terça-feira.

Casos

A agência da ONU disse que, pela primeira vez em mais de um ano, não há pessoas a ser tratadas da doença e nem casos confirmados na Serra Leoa. Durante o surto, o país registou 13.494 casos e 3.952 mortes.

Uma cerimónia com a presença do presidente da Serra Leoa marcou a saída de Adama Sankou do centro de tratamento. Ela recebeu do chefe de Estado serra-leonino um certificado a confirmar que estava negativa para o vírus.

Ernest Bai Koroma disse que a saída da paciente era "o princípio do fim do ébola."

Marco

Entretanto, o representante da OMS no Serra Leoa disse tratar-se de um marco importante para o país. Anders Nordstrom recomendou a continuação do trabalho árduo feito até o momento na Serra Leoa.

Para ele, deve-se continuar intensamente com ações como vigilância, procura de casos, notificação das mortes nas comunidades e testes em pessoas com sintomas do ébola.

O responsável disse que foi possível chegar a este desfecho com o envolvimento da comunidade.

A cerimónia também contou com a presença de profissionais de saúde, sobreviventes, líderes de equipas e representantes de agências ligadas ao combate à doença.

Leia Mais:

OMS confirma três novos casos de ébola na Guiné Conacri

Ban: mais de 100 milhões no mundo precisam de assistência humanitária

Conselho de Segurança debate organizações regionais e segurança global

Segundo OMS, uma entre cinco crianças não está recebendo vacinas de rotina 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud