Ban apela à contenção após incidentes entre exércitos da Síria e Israel

21 agosto 2015

Secretário-geral pediu aos envolvidos que evitem nova escalada; Força da ONU nos Montes Golã ajudou a acalmar a situação; agências de notícias informaram que não houve feridos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas disse que está profundamente preocupado com as graves violações do acordo de retirada de forças, assinado entre Israel e a Síria.

Em comunicado emitido pelo seu porta-voz, Ban Ki-moon menciona alegados disparos de foguetes na quinta-feira na linha de cessar-fogo no norte de Israel, que caíram nas imediações do Qiryat Shmona.

Impacto

Em resposta, as Forças de Defesa de Israel dispararam projéteis em toda a linha de cessar-fogo que tiveram impacto em posições vizinhas das Forças Armadas sírias perto de Al Baath e Khan Arnabeh.

Logo a seguir, as Forças da ONU nos Montes Golã, Undof, entraram em contacto com as forças israelitas e sírias para acalmar a situação atualmente  considerada tranquila.

Agências de notícias informaram que não houve feridos após os dois incidentes.

Estabilidade

O secretário-geral condena todas as violações do acordo de retirada de forças e insta a todas as partes envolvidas a abster-se de qualquer ação que ponha em risco o cessar-fogo entre Israel e a Síria e mina a estabilidade da região. O pacto foi assinado após a Guerra do Yom Kipur, de 1973.

Ban termina a exortar a máxima contenção de todos os envolvidos para evitar qualquer nova escalada num ambiente regional já tenso.

Leia Mais:

ONU quer mais apoio para forças de paz em reuniões com chefes da Defesa

Boinas-azuis da ONU são libertados em Golã | Rádio das Nações Unidas

ONU confirma que 43 boinas azuis foram capturados no Golã

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud