ONU homenageia vítimas do ataque em que morreu Sergio Vieira de Mello
BR

19 agosto 2015

Evento lembra os 12 anos do atentado ao prédio da organização em Bagdá que matou 22 pessoas; Dia Mundial da Ação Humanitária é celebrado nesta quarta-feira; campanha #ShareHumanity nas redes sociais chega a mais de 500 milhões de pessoas.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU colocou uma coroa de flores na sede da organização, em Nova York, para assinalar o Dia Mundial da Ação Humanitária celebrado nesta quarta-feira, 19 de agosto.

No atentado à sede da ONU em Bagdá, há 12 anos, morreram 22 funcionários da organização, incluindo o brasileiro Sérgio Vieira de Mello. Ele era representante do secretário-geral no Iraque e chefe do escritório da ONU no país.

Homenagem

Em um evento nas Nações Unidas na noite de terça-feira, Ban Ki-moon afirmou que todos os anos, a data homenageia o “serviço, dedicação e sacrifício daqueles que se dedicam, muitas vezes sob grande risco pessoal, a prestar assistência às pessoas mais vulneráveis do mundo”.

O chefe da ONU lembrou Sérgio Vieira de Mello, a quem chamou de “grande humanitário”, e “todos os trabalhadores humanitários que deram suas vidas ajudando outras pessoas”.

Kaká e Juanes 

O evento reuniu ainda jornalistas e músicos como a cantora Inna Modja, do Mali, o australiano Cody Simpson e o colombiano Juanes.

Em relação à data, as Nações Unidas lançaram a campanha #ShareHumanity, ou “Compartilhe Humanidade”, nas redes sociais. A ideia é que no mundo todo, as pessoas postem conteúdo relacionado à assistência humanitária. O jogador brasileiro Kaká falou à Rádio ONU sobre sua participação na iniciativa.

“Durante toda essa semana eu postei conteúdo sobre essa campanha na minha timeline no Twitter e espero realmente que as pessoas possam ter uma consciência humanitária cada vez maior para que a gente possa sempre estar ajudando."

Segundo o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assistência Humanitária, Ocha, a campanha digital atingiu mais de 500 milhões em todo o mundo.

Leia Mais:

Ban: mais de 100 milhões no mundo precisam de assistência humanitária 

Entrevista: Kaká e o Dia Mundial da Ação Humanitária

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud