Conselho de Segurança avalia situação na Guiné-Bissau
BR

14 agosto 2015

Crise política no país ocorre após presidente da República demitir primeiro-ministro; consultas do órgão serão feitas nesta sexta-feira.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A crise política na Guiné-Bissau levou o Conselho de Segurança a marcar uma reunião a portas fechadas esta sexta-feira, para avaliar a situação do país.

O subsecretário-geral para Assuntos Políticos, Taye-Brook Zerihoun vai liderar a rodada de consultas, informando os países-membros do Conselho sobre os últimos acontecimentos na Guiné-Bissau.

Demissão

Na noite de quarta-feira, o presidente da República, José Mário Vaz, demitiu o governo liderado pelo primeiro-ministro Domingos Simões Pereira. Agências de notícias falam que as divergências entre os líderes já vinham ocorrendo.

A Rádio ONU entrevistou, direto de Bissau, o vice-represetante da ONU no país, Marco Carmignani, que falou sobre o clima de momento.

Progresso

“Nas últimas 24 horas, se iniciou o processo de consultas entre o presidente da República e os partidos políticos com assento parlamentar. Esse é um requisito constitucional que faz parte de um processo de nomeação ou exoneração de um primeiro-ministro”.

Algumas horas antes do anúncio da demissão, o próprio Conselho de Segurança da ONU havia pedido às lideranças políticas da Guiné-Bissau o “retorno do diálogo construtivo”.

O órgão já estava preocupado com as “tensões” entre presidente e primeiro-ministro e com a possibilidade da situação “ameaçar o progresso feito no país desde o retorno da Ordem Constitucional”, alcançado após as eleições do ano passado.

Leia Mais: 

Uniogbis espera “próximos passos” após demissão do governo na Guiné-Bissau

Exclusiva: Miguel Trovoada e demissão do governo da Guiné-Bissau

Conselho de Segurança quer que líderes retomem diálogo na Guiné-Bissau 

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud