Exclusiva: Miguel Trovoada e demissão do governo da Guiné-Bissau

13 agosto 2015

O representante especial do secretário-geral na Guiné-Bissau, Miguel Trovoada, disse que a comunidade internacional aguarda os próximos passos do presidente da Guiné-Bissau, após a demissão do governo chefiado por Domingos Simões Pereira.

O chefe do Gabinete Integrado da ONU para a Estabilização, Uniogbis, esteve envolvido nos esforços para resolver a crise.

Em conversa com a Rádio ONU, de Bissau, Trovoada afirmou que o líder guineense, José Mário Vaz, prometeu pedir  que o partido vencedor das eleições, o Paigc, que proponha um novo chefe do governo.

Trovoada fala do impacto da medida desta quarta-feira e reitera o apelo para que as soluções sejam encontradas através do diálogo entre as lideranças das instituições guineenses.

O Conselho de Segurança discute a Guiné-Bissau em sessão agendada para o fim de agosto. Na segunda-feira, o Departamento dos Assuntos Políticos da ONU falou dos detalhes da situação guineense ao órgão.

Acompanhe a conversa com Eleutério Guevane.

Duração: 5'06".