Nova rodada de diálogo politico líbio começa nesta terça-feira
BR

11 agosto 2015

Reuniões devem durar dois dias e vão acontecer em Genebra; na avaliação do representante especial do secretário-geral para a Líbia, já foram alcançados "progressos significativos" dentro do processo de diálogo, já que várias conversas foram realizadas neste ano.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Uma nova rodada do diálogo político líbio vai começar nesta terça-feira, 11 de agosto, em Genebra. Os encontros, incialmente marcados para começar na segunda-feira, devem durar dois dias.

O mediador do processo é o representante especial do secretário-geral para a Líbia, Bernardino León. Ele mencionou "progressos significativos" dentro do processo de diálogo.  Este ano, as sessões ocorreram no Marrocos e na cidade suíça.

Violência

No último pronunciamento ao Conselho de Segurança, León afirmou que a situação no país está piorando devido à divisão política e à violência. Ele disse que "muitos líbios continuam morrendo numa luta entre irmãos" e que "muita destruição já ocorreu".

Segundo o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, o número de pessoas deslocadas quase dobrou de cerca de 230 mil em setembro do ano passado para mais de 434 mil.

No Conselho, o mediador disse que o "caos na região abriu espaço para a expansão de grupos extremistas, como o Daesh", denominação em árabe para o grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, em várias partes do país.

Migrantes

Na ocasião, ele declarou que "o vácuo de autoridade também está sendo explorado por organizações de tráfico humano, por refugiados, migrantes e pessoas que buscam asilo".

Essas pessoas estão usando a Líbia como ponto de origem para atravessar o mar Mediterrâneo e chegar à Europa.

Superação

Ao anunciar a nova rodada de diálogo sobre a situação política no país, Bernardino León fez um apelo às partes envolvidas para que redobrem esforços, superem diferenças e encontrem uma plataforma comum que possa ser a "base de uma resolução pacífica para o conflito político e militar na Líbia".

O representante da ONU disse haver reservas de alguns participantes das rodadas de diálogo sobre o que foi alcançado até agora. Por isso, ele defende ser importante o trabalho conjunto.

Leia Mais:

Nações Unidas anunciam nova rodada de diálogo sobre a Líbia

"Situação na Líbia está piorando"

Acnur: quase 400 refugiados salvos após naufrágio na costa da Líbia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud