Taxa de mortalidade infantil em Gaza sob pela primeira vez em 50 anos
BR

10 agosto 2015

Estudo da Unrwa mostra que o número de bebês que morrem antes de completar um ano subiu para 22,4 a cada mil nascimentos; taxa de mortalidade neonatal, ou seja, no primeiro mês de vida, também aumentou.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A taxa de mortalidade infantil em Gaza subiu pela primeira vez em 50 anos, segundo um estudo da Agência da ONU de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa.

A cada cinco anos, a Unrwa faz uma pesquisa sobre mortalidade infantil na região e os resultados da última contagem, feita em 2013, acabam de ser divulgados. A cada mil nascimentos, 22,4 bebês não chegaram a completar o primeiro ano de vida.

Índice Neonatal

Segundo a Unrwa, o índice em 1960 era de 127 mortes por mil nascimentos e os números foram diminuindo de forma consistente até 2008, quando a taxa foi de 20,2. Mas cinco anos depois, o índice subiu.

A taxa de mortalidade neonatal em Gaza também aumentou: em 2008, 12 bebês entre mil morriam durante o primeiro mês de vida, mas em 2013, o índice subiu para 20.3 mortes a cada mil nascimentos.

Bloqueio

Segundo a agência, é difícil saber exatamente o que gerou o aumento das taxas de mortalidade infantil e neonatal em Gaza, mas há uma suspeita de que o bloqueio econômico cause impactos ao sistema de saúde, dificultando a chegada de medicamentos e equipamentos.

O diretor do programa de saúde da Unrwa, Akihiro Seita, explicou que nas últimas décadas, os índices estavam sempre diminuindo na região, por isso a agência ficou “alarmada com os resultados de 2013”.

Nova Pesquisa

A Unrwa decidiu então trabalhar com pesquisadores independentes para confirmar os dados, por isso a demora em apresentar o resultado final da pesquisa. Segundo Seita, progressos para combater a mortalidade infantil geralmente não são revertidos.

A próxima pesquisa sobre mortalidade infantil nos territórios palestinos está planejada para 2018, mas a Unrwa decidiu fazer neste ano, um novo levantamento focando especificamente em Gaza.

Leia Mais:  

Ban preocupado com nova onda de violência entre israelenses e palestinos

ONU faz apelo para financiamento à agência de assistência a refugiados palestinos

Ban condena aprovação de novos assentamentos na Cisjordânia 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud