Ban preocupado com nova onda de violência entre israelenses e palestinos
BR

7 agosto 2015

Ban pede aos dois lados que não deixem extremistas tomarem controle da agenda política; ele reiterou que apenas a realização de uma solução de dois estados podem pôr fim à violência de forma sustentável.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral condenou, nesta sexta-feira, os diversos foguetes lançados de Gaza em direção a Israel nos últimos dias.

Em nota emitida por seu porta-voz, Ban Ki-moon também disse estar muito preocupado com a violência na Cisjordânia, em Jerusalém Oriental e na Faixa de Gaza.

Violência

A violência inclui um incidente com um carro próximo ao assentamento de Shiloh, que resultou em graves ferimentos a dois soldados israelenses.

Ban também citou  o ataque com uma bomba incendiária que feriu gravemente uma mulher israelense na segunda-feira, em Jerusalém Oriental e os embates violentos após “o ataque terrorista em Duma que recebeceu condenação global, inclusive em Israel”.

De acordo com o comunidado, nesta sexta-feira o secretário-geral recebeu “relatos preocupantes de provocações feitas por colonos em Hebron”.

Agenda Política

Ban condena estes atos e espera que todas as partes “se pronunciem contra eles e evitem tais incidentes”.

O secretário-geral apelou aos líderes políticos e comunitários israelenses e palestinos para que não permitam que “extremistas escalem a situação e tomem controle da agenda política”.

Ele reiterou que apenas a realização de uma solução de dois Estados pode pôr fim à violência de forma sustentável.

Leia Mais:

ONU condena ataque que matou um bebê palestino na Cisjordânia