ONU libera US$ 70 milhões para operações de assistência a deslocados
BR

5 agosto 2015

Recursos são do Fundo Central da ONU de Resposta de Emergência, Cerf; subsecretário-geral para Assuntos Humanitários mencionou “crise em escala não vista há gerações”, com quase 60 milhões de pessoas deslocadas à força em todo o mundo.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários liberou nesta quarta-feira US$ 70 milhões,  o equivalente a cerca de R$ 240 milhões, para operações de ajuda “cronicamente subfinanciadas” a milhões de deslocados por violência e instabilidade.

Stephen O’Brien declarou que “com quase 60 milhões de pessoas deslocadas à força em todo o mundo”, há uma “crise em escala não vista há gerações”.

Assistência Vital

Os recursos são do Fundo Central da ONU de Resposta de Emergência, Cerf. Segundo o subsecretário-geral, eles vão ajudar a manter assistência vital em algumas das emergências “mais prolongadas e cronicamente subfinanciadas”.

Esta segunda rodada leva o total de alocações do Cerf para emergências subfinanciadas em 2015 para US$ 168, 5 milhões, o equivalente a cerca de R$ 582 milhões.

África

 Aproximadamente US$ 21 milhões vão permitir que parceiros humanitários no Sudão e no Chade mantenham serviços básicos e proteção para milhões de pessoas da região de Darfur, onde a crise entrou em seu 13º ano.

No Chifre da África, agências humanitárias na Eritreia, Etiópia e Somália vão receber R$ 33 milhões.

Mais de 730 mil pessoas continuam precisando de assistência alimentar e nutricional na Somália. A situação é, no momento, agravada pelas necessidades de pessoas fugindo do conflito no Iêmen.

Afeganistão

Em Mianmar e Bangladesh, US$ 8 milhões vão ajudar agências a fornecer assistência, incluindo abrigos de emergência e melhor acesso à serviços de saúde para “comunidades negligenciadas e pessoas deslocadas”.

Outros US$ 8 milhões vão ajudar a manter operações humanitárias no Afeganistão, “onde a falta de financiamento adequado forçou agências a reduzirem suas operações em um momento em que as necessidades estão aumentando” por causa dos combates.

Leia Mais:

Nações Unidas liberam US$ 25 milhões para operações no Iêmen

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud