Para ONU, plano de energia limpa de Barack Obama é “visionário”
BR

3 agosto 2015

Presidente americano apresentou projeto de combate à mudança climática, que prevê redução das emissões dos gases que causam o efeito estufa; secretário-geral avalia que plano vai ajudar economia e demonstra determinação do país.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas reagiram ao anúncio do Plano de Energia Limpa, divulgado esta segunda-feira pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Na avaliação do secretário-geral da ONU, o projeto mostra “a determinação do país em combater o aquecimento global”.

Ban Ki-moon acredita que o plano vai beneficiar o crescimento econômico. A declaração de Ban foi lida em Nova York por seu porta-voz, Stephane Dujarric.

Sustentabilidade 

Segundo o porta-voz, o projeto do presidente americano “reconhece que todos têm uma obrigação de deixar para as futuras gerações um planeta que ofereça oportunidades ao desenvolvimento sustentável”.

Na avaliação do chefe da ONU, o plano “é um exemplo da liderança visionária necessária para reduzir as emissões e combater a mudança climática”. Ban Ki-moon encontra-se com Barack Obama nesta terça-feira, em Washington.

Metas

O Plano de Energia Limpa apresentado por Obama prevê corte de um terço das emissões de gases que causam o efeito estufa durante os próximos 15 anos. A meta é que o setor de energia corte suas emissões em 32%, na comparação com os níveis de 2005.

Segundo agências de notícias, as medidas dão prioridade para fontes de energia renovável, como energia eólica e solar.

*Apresentação: Leda Letra.

Leia outras notícias sobre desenvolvimento sustentável

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud