Maioria de vítimas de tráfico humano são mulheres e crianças

31 julho 2015

Esta quinta-feira, 30 de julho, é o Dia Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas.

Em mensagem sobre a data mundial, o secretário-geral da ONU afirmou que "em todo o mundo, criminosos estão vendendo pessoas por lucro".

Ban Ki-moon declarou que "mulheres e crianças vulneráveis são a maioria das vítimas" de tráfico humano incluindo aquelas levadas "à degradante exploração sexual".

Segundo o chefe da ONU, "redes criminosas de tráfico prosperam em países onde o Estado de direito é fraco e a cooperação internacional difícil".

Ele pediu a todos os países que combatam a lavagem de dinheiro e assinem e ratifiquem as convenções da ONU contra corrupção e crime organizado transnacional, incluindo o último protocolo sobre tráfico humano.

Confira a reportagem de Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York, para o Jornal da GloboNews.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud