Em Dia Internacional da Amizade, ONU pede reforço de laços e mais respeito

30 julho 2015

Secretário-geral declarou que mundo é marcado por discriminação, malícia e  crueldade; fatores são associados a conflitos e a atrocidades; data é assinalada neste 30 de julho.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas pediu que no Dia Internacional da Amizade, celebrado este 30 de julho, sejam fortalecidos laços entre as pessoas e gerado maior respeito e compreensão no mundo.

Ban Ki-moon lembrou o elogio por ele feito, este ano, ao médico paraguaio Ramón Bracho que idealizou o dia.

Pontes

O chefe da ONU destacou a sua "visão simples mas profunda de que as forças de animosidade e de ódio no mundo não combinam com o poder do espírito humano."

Brancho foi louvado pela convicção de que a amizade não só constrói pontes entre as pessoas mas pode também inspirar a paz no mundo.

Atrocidades

O secretário-geral disse que esse ideal é de grande importância quando se enfrenta a discriminação, a malícia e a crueldade que levam a conflitos e a atrocidades que atualmente afligem milhões de pessoas.

Ban apelou ao combate a essas "tendências destrutivas" com um compromisso renovado de encontrar a humanidade compartilhada e dinamizar o progresso comum.

Leia Mais:

No Dia Internacional da Amizade, Ban pede mais compreensão

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud