Ban condena aprovação de novos assentamentos na Cisjordânia
BR

29 julho 2015

Secretário-geral condena anúncio feito por Israel; proposta prevê a construção de 300 casas na Cisjordânia e 500 em Jerusalém Oriental.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU condenou esta quarta-feira o anúncio feito por Israel sobre a construção de assentamentos na Cisjordânia.

Foi aprovada a construção de 300 casas na área de Beit El, além do planejamento de quase 500 unidades residenciais em Jerusalém Oriental.

O chefe da ONU, Ban Ki-moon, lembrou que os assentamentos são ilegais pela lei internacional e são “um impedimento à paz” na região.

Pedido

Ban destacou que a construção das casas não está de acordo com a intenção do governo israelense de apoiar uma solução de dois Estados.

O secretário-geral pede a Israel para que cancele a decisão de construir novos assentamentos, em prol da paz. Ban Ki-moon continua também preocupado com a ameaça de demolições no vilarejo palestino de Susiya, na Área C da Cisjordânia.

Ban destaca que a destruição de propriedade privada em territórios ocupados é proibida pela lei humanitária internacional.

Leia Mais:

Apoio à solução de dois Estados no Oriente Médio está “enfraquecendo”

Enviado da ONU diz que solução da crise em Gaza é chave para paz regional

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud