Ban apreensivo com escalada de tensões entre governo turco e PKK

27 julho 2015

Secretário-geral não quer retorno ao sofrimento e tristeza causados pelo conflito; expectativa é que seja retomado diálogo construtivo entre as partes após tensões.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral revelou a sua preocupação com a última escalada da tensões entre a Turquia e os elementos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, PKK.

Segundo agências de notícias, o exército turco teria atacado posições dos separatistas no norte do Iraque no domingo. O incidente deu-se um dia depois de uma ação contra os rebeldes curdos ter quebrado uma trégua em vigor desde 2013.

Solução Pacífica

Em nota, Ban disse ter a esperança de que haverá retorno imediato a um diálogo construtivo que deve prosseguir a busca de uma "solução pacífica para o desafio em causa".

Estima-se que dezenas de milhares de pessoas tenham morrido durante os 30 anos do conflito. O PKK luta por um território independente do Curdistão, no sudeste da Turquia.

A todas as partes envolvidas, o chefe da ONU pediu que se abstenham do retorno a "um conflito mortífero", que "trouxe muito sofrimento e tristeza ao povo turco".

Leia mais:

Ban elogia proposta de cessar-fogo do PKK na Turquia