Enviado da ONU preocupado com novos confrontos em Jerusalém

27 julho 2015

Apreensão  coordenador especial da ONU para o Processo de Paz no Médio Oriente é com incidentes e aumento das tensões; episódio de domingo teria envolvido polícia israelita e jovens palestinianos na mesquita de al-Aqsa.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O coordenador especial da ONU para o Processo de Paz no Médio Oriente disse estar preocupado com os recentes incidentes e o aumento das tensões em torno dos locais sagrados  na Cidade Velha de Jerusalém.

Em nota emitida esta segunda-feira, Nickolay Mladenov convidou a todos os lados a manter a calma.

Mesquita

Agências de notícias informaram que jovens palestinianos confrontaram-secom elementos da polícia israelita, que  no domingo entraram no complexo da mesquita de al-Aqsa em Jerusalém Oriental.

Os palestinianos teriam atirado pedras do interior local de culto em direção à polícia, que depois fez uma incursão para os prender. Algumas pessoas teriam ficado feridas.

Estabilidade

Mladenov disse que ações e linguagem provocatórias transportam a semente da violência que pode minar o acesso de fiéis de todas as religiões aos seus lugares santos. Para o enviado, o respeito pelo status quo é do interesse de todos e essencial para a estabilidade.

O apelo aos líderes religiosos e políticos é que impeçam que elementos extremistas abusem a integridade dos locais sagrados e os diferentes sentimentos religiosos.

Leia Mais:

Apoio à solução de dois Estados no Oriente Médio está "enfraquecendo"

Enviado da ONU diz que solução da crise em Gaza é chave para paz regional