Ban apela à manutenção da calma após votação no Burundi

23 julho 2015

Secretário-geral quer que autoridades garantam e protejam a segurança dos civis após votação de 21 de julho; chefe da ONU saúda envio de observadores de direitos humanos e peritos da União Africana.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas disse ter registado a "condução amplamente pacífica" do processo de votação nas eleições presidenciais da terça-feira no Burundi.

Ban Ki-moon apela a todas as partes a continuar a manter a calma e a retomar imediatamente um diálogo político inclusivo para resolver diferenças e abordar os desafios do país.

Direitos Humanos

Em nota, emitida esta quinta-feira, o chefe da ONU recordou às autoridades do Burundi da sua responsabilidade de garantir e proteger a segurança dos civis e assegurar o fim de novos atos de violência. Ban pediu ainda a prestação de contas por quaisquer violações dos direitos humanos.

O secretário-geral instou às partes do Burundi a participarem de boa-fé no diálogo político e a priorizarem os interesses nacionais.

Observadores e Peritos

Ban elogiou o envio ao país de observadores de direitos humanos e peritos militares da União Africana para ajudar a impedir uma escalada da violência e facilitar uma resolução pacífica da "grave crise política" que afeta o país.

O outro pedido às partes é de plena determinação em aplicar as disposições do documento da Cimeira de 6 de julho da Comunidade da África Oriental facilitada pelo presidente do Uganda, Yoweri Museveni.

A nota do chefe das Nações Unidas sublinha que a organização continua empenhada em trabalhar próxima do bloco sub-regional e da União Africana para ajudar a encontrar uma solução duradoura no Burundi.

A ONU tem 21 equipas de observadores a acompanhar o processo eleitoral em todo o país. Espera-se que até ao fim desta semana sejam divulgados os resultados do pleito, no qual o presidente Pierre Nkurunziza concorre a um terceiro mandato ao lado de três participantes da oposição.

Leia Mais:

Em dia de eleições no Burundi, secretário-geral pede clima pacífico

Burundi: relatores querem ação do Conselho de Segurança

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud