Agência destaca contribuições do turismo ao desenvolvimento sustentável

20 julho 2015

Organização Mundial do Turismo diz que sector precisa estar entre prioridades e receber mais financiamento; para países menos desenvolvidos, turismo é essencial para reduzir a pobreza, porque cria empregos.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Para a Organização Mundial do Turismo, OMT, o sector é importante peça para o desenvolvimento, mas recebe atenção limitada. A agência da ONU pede que mais investimentos financeiros sejam direcionados ao turismo, para que o sector possa contribuir de forma adequada ao desenvolvimento sustentável.

O turismo é uma atividade que gera grandes impactos económicos por criar muitos empregos e representar 6% do comércio global. Segundo a OMT, o sector já foi identificado como essencial para reduzir a pobreza em metade dos países menos desenvolvidos.

Maior Prioridade

O director da agência, Taleb Rifai, lembrou que para muitas nações, o turismo significa empregos, erradicação da pobreza, desenvolvimento e proteção do património cultural e natural.

Mas o chefe da OMT declarou que é dada uma baixa prioridade ao turismo em termos de apoio financeiro, situação que precisa ser mudada, na sua avaliação.

Oportunidade

Os países menos desenvolvidos receberam 24 milhões de visitantes internacionais em 2013, o que gerou lucros de US$ 18 mil milhões.

No ano em que os Estados-membros da ONU vão adotar uma nova agenda com metas para o desenvolvimento sustentável, a OMT diz ser a oportunidade perfeita para se aumentar o nível de assistência financeira ao sector.

África

Sobre África, um balanço da agência mostra que as chegadas de turistas internacionais no continente diminuíram 6% nos primeiros quatro meses de 2015.

A OMT informa que há informações limitadas sobre as regiões, mas calcula-se que o Norte da África recebeu 7% a menos de turistas, enquanto na África Subsaariana, as chegadas diminuíram 5% entre janeiro e abril.

O surto de ébola na África Ocidental e preocupações com a segurança em outras regiões foram alguns dos motivos que influenciaram a diminuição dos turistas.

Na média global, 332 milhões de pessoas viajaram para outros países, o que fez com que as chegadas de turistas internacionais subissem 4% entre janeiro e abril.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud