Milícia Al Shabaab continua a ampliar sua presença na Somália

16 julho 2015

No Conselho de Segurança, secretário-geral assistente para Operações de Paz cita novos ataques; Edmond Mulet avalia que lançar uma operação de paz no país seria uma ação de alto risco.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Conselho de Segurança realizou um encontro esta quinta-feira sobre a situação na Somália. O secretário-geral assistente para Operações de Paz afirmou que a milícia Al Shabaab continua a adaptar as suas ações e a lançar ataques no país.

Edmond Mulet explicou que foi bloqueado o acesso a algumas áreas recuperadas recentemente. O Al Shabaab está a ampliar a sua presença em Puntlândia, o que aumenta as ameaças do grupo para a subregião.

Processo Político

Mulet explicou que uma missão de operação de paz da ONU neste momento seria uma atitude de alto risco e que a estratégia de segurança recomenda criar um ambiente apropriado para o processo político somali.

A proposta tem três objetivos: permitir o processo político nos níveis federal, regional e distrital; reiniciar operações de ofensiva contra o Al Shabaab e apoiar esforços de consolidação.

Ambição

Edmond Mulet disse que os “objetivos são ambiciosos” e vão necessitar de fortes compromissos de todos os parceiros envolvidos na Somália, como o governo federal, a União Africana, países que contribuem com tropas e as Nações Unidas.

O representante da ONU explicou que a estratégia de segurança proposta terá sucesso apenas se as instituições de segurança somalis receberem apoio e puderem, progressivamente, assumir maior responsabilidade pela própria segurança do país.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud