Enviado acredita que acordo sobre a Líbia poderá ser alcançado em breve

30 junho 2015

Bernardino Léon anunciou que propostas estão a ser consideradas e lados que participam das negociações podem firmar acordo ainda esta semana; representante diz que conversas estão num tom “muito positivo”.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O representante especial do secretário-geral para a Líbia anunciou que os lados que estão a negociar um acordo político concordam com a maioria dos elementos propostos até o momento.

Bernardino Léon acredita que é possível chegar a um acordo até o final desta semana. Em Skhirat, no Marrocos, o enviado declarou que as opotunidades são de “quase 100%”.

Expectativa

É na cidade onde as partes líbias estão reunidas a avaliar a proposta de acordo político apresentada por Bernardino León há duas semanas. O representante disse que as conversas ocorridas na segunda-feira foram “muito positivas”.

León explicou estar otimista porque foram nove meses de trabalho e existem apenas dois ou três pontos que não foram aceitos pelas partes, que agora retornam à Líbia para consultas sobre tais questões.

A ideia é ter um próximo encontro na quinta-feira, na tentativa de iniciar o acordo, o que poderá abrir caminho para uma futura discussão sobre o governo de unidade e sobre os anexos do documento.

Apenas quando esse trabalho estiver terminado é que os representantes líbios estarão numa posição de assinar o acordo, explicou Bernardino León.

Leia Mais:

Morte de seis jornalistas na Líbia levanta “grande preocupação” da Unesco

Mediador saúda aceitação de plano de transição líbia por deputados de Trípoli

Líbia: enviado da ONU pede libertação "imediata" de reféns tunisianos

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud