Unesco lança campanha global em defesa do patrimônio cultural
BR

29 junho 2015

Lançamento foi feito nesta segunda-feira, em Bonn, na Alemanha; objetivo é fortalecer a mobilização de governos e outros atores da área diante de danos deliberados à herança cultural, particularmente no Oriente Médio.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, lançou nesta segunda-feira a Coalização Global Unite for Heritage, Unir-se pelo Patrimônio, em tradução livre.

A iniciativa foi feita durante a 39ª sessão da Comissão Mundial do Patrimônio, em Bonn, na Alemanha. O objetivo da campanha é fortalecer a mobilização de governos e de outros atores da área diante de danos deliberados à herança cultural, particularmente no Oriente Médio.

Ameaça Global

A diretora-geral da Unesco afirmou que “a ameaça é global e a resposta deve ser global”. Para Irina Bokova, a ação requer “melhor coordenação entre serviços nacionais e troca de informação entre Estados”. Segundo ela, nesta área, “nada pode substituir a ação de governos”.

A chefe da agência da ONU declarou que é preciso criar “novas alianças para enfrentar os desafios do extremismo violento”.

Bokova afirmou que “o maior desafio é conseguir que todos os envolvidos nesta luta trabalhem juntos: polícia, autoridades de alfândega, museus, governos, setores cultural, humanitário e de segurança, sociedade civil e a mídia”.

Proteção

Durante a manhã, a Comissão adotou a Declaração de Bonn sobre Patrimônio Mundial.

O documento condena os “ataques bárbaros, a violência e os crimes cometidos” recentemente pelo grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, também conhecido como Daesh, em sua denominação em árabe, contra o patrimônio cultural do Iraque.

A Comissão também expressou “profunda preocupação” por outros locais como Palmira, na Síria, e a cidade antiga de Sanaa, no Iêmen.

A Declaração recomenda que a proteção do patrimônio seja incluída no mandato das missões de operações de paz, onde for apropriado.

O documento também pede que a Unesco aumente sua liderança internacional na coordenação da resposta à proteção da herança cultural em casos de conflito armado ou desastres naturais.

Redes Sociais

O objetivo da Coalizão Global Unite for Heritage é mobilizar pessoas além das comunidades das áreas de cultura e patrimônio. A iniciativa busca sensibilizar o público em geral e jovens, em particular.

Durante a visita a Bagdá, em março deste ano, Bokova lançou a campanha #Unite4Heritage nas redes sociais.

A Unesco também reuniu todos os chefes das instituições envolvidas no combate ao tráfico ilítico que acelerem a implementação da Resolução 2199 do Conselho de Segurança, que proíbe o comércio de objetos culturais da Síria e do Iraque.

Leia Mais:

Assembleia Geral adota resolução sobre proteção ao patrimônio cultural no Iraque

Iémen: Unesco condena destruição de património na cidade velha de Sanaa

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud