Secretário de Estado português fala de relação entre mar e sustentabilidade

22 junho 2015

Manuel Pinto de Abreu participou de reunião dos Estados-parte sobre a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar; responsável também abordou a “economia azul”.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O secretário de Estado do Mar de Portugal, Manuel Pinto de Abreu, afirmou que o oceano é um “pilar fundamental” para a agenda de desenvolvimento pós-2015.

“Não há a mínima dúvida, é reconhecido por todos, que o mar é um pilar fundamental daquilo que é uma agenda global para o desenvolvimento e para a sustentabilidade e, portanto, o mar não pode ser posto de lado.”

Convenção

O representante do governo português participou de encontro dos Estados Partes da Convenção da ONU sobre o Direito do Mar, na sede da organização em Nova Iorque.

Em entrevista à Rádio ONU, Manuel Pinto de Abreu falou sobre os principais tópicos abordados no encontro, dentre os quais a “conservação e preservação” dos oceanos.

Economia Azul

O responsável também mencionou a iniciativa “Semana Azul”, que decorreu em Lisboa até o dia 6 de junho e teve, inclusivamente, uma reunião ministerial.

“Um ponto importante desta reunião interministerial foi uma declaração, toda ela orientada àquilo que é a economia azul, a blue economy, vista de um ponto de vista que se pretende que seja sustentável de fato”.

Manuel Pinto de Abreu afirmou ainda que também foram abordados tópicos como a governação dos oceanos e o financiamentos das ações no âmbito da economia azul.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

Leia Mais:

Mudança climática representa desafio para saúde e produtividade dos oceanos

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud