Proclamado o Dia para a Eliminação da Violência Sexual em Conflito
BR

19 junho 2015

Por resolução da Assembleia Geral da ONU, data internacional será celebrada todos os anos em 19 de junho; presidente do órgão, Sam Kutesa, pede o fim do uso do estupro como arma de guerra.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas proclamaram 19 de junho como o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Sexual em Conflito. A data será celebrada todos os anos e foi estabelecida por uma resolução da Assembleia Geral esta sexta-feira.

Em Nova York, o presidente do órgão, Sam Kutesa, lembrou que estupro e outras formas de violência sexual em conflito são graves violações dos direitos humanos.

Ele lamentou que mesmo assim, esses “atos depravados continuem ocorrendo e sendo usados para aterrorizar e controlar civis em zonas de conflito”. Segundo o presidente da Assembleia Geral, é preciso priorizar a prevenção da violência sexual e garantir assistência às vítimas, que acabam sofrendo também por vergonha e com o estigma.

Sam Kutesa defendeu o fim do uso do estupro como arma de guerra e lembrou ser preciso garantir que os autores desses crimes sejam julgados.

Com a criação do dia, o presidente da Assembleia Geral disse que a comunidade internacional estava reafirmando a “vontade coletiva de trabalhar em conjunto para prevenir e responder casos de violência sexual relacionados a conflitos”.

Leia Mais:

Zeid quer medidas urgentes para garantir educação de qualidade às meninas

ONU alerta sobre "terríveis atos de crueldade" na Nigéria

ONU fará revisão sobre alegados abusos sexuais na Rep. Centro-Africana