Ban condena assassinatos nos Estados Unidos
BR

18 junho 2015

Secretário-geral espera que responsável pelo ataque na Carolina do Sul seja levado rapidamente à justiça; nove pessoas morreram na ação aparentemente por motivos raciais.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou nos termos mais fortes o assassinato de nove pessoas, nesta quarta-feira, que estavam numa igreja nos Estados Unidos. Segundo ele, o ataque ocorreu aparentemente por motivos raciais.

Todos os mortos eram negros e participavam de um culto num histórica igreja em Charleston, no Estado da Carolina do Sul, que é frequentada pela comunidade afro-americana.

Condolências

Em comunicado divulgado pelo porta-voz, Ban enviou condolências aos parentes das vítimas e prestou solidariedade aos feridos.

O chefe da ONU espera que o responsável pelo que classificou de “ato hediondo de violência” seja levado rapidamente à justiça.

Segundo as agências de notícias, a polícia identificou o suspeito do ataque como Dylann Roof, de 21 anos.

Ele foi capturado sem qualquer incidente esta quinta-feira na cidade de Shelby, na Carolina do Norte, cerca de 384 quilômetros de distância da igreja.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud