Entrevista: comandante brasileiro destaca ação no Haiti

18 junho 2015

O general José Luíz Jaborandy Jr. considera um sucesso a atuação da Missão da ONU no Haiti, Minustah. A decisão final sobre o futuro das tropas de paz no país deve ser tomada em outubro pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

No domingo, um soldado do contingente do Brasil foi ferido em confronto com gangues na comuna de Cité Soleil. O oficial detalha o episódio, aborda a situação de segurança e explica a interação com forças haitianas.

A conversa com a Rádio ONU, em Nova Iorque, também aborda a postura dos boinas azuis perante a regra de tolerância zero para casos de exploração e de abuso sexual de civis. O general fala de um passado com várias alegações do género envolvendo as tropas.

As questões da pobreza, da vulnerabilidade e o período pós-soldados de paz no Haiti também são temas da conversa.

Acompanhe a entrevista a Eleutério Guevane.

Tempo total: 15'40

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud