Novo guia da ONU busca prevenir trabalho infantil na agricultura
BR

16 junho 2015

Lançado pela Organização para Agricultura e Alimentação, FAO, material busca estabelecer regras para combater o problema; cerca de 100 milhões de menores do mundo são forçados a trabalhar em zonas agrícolas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Um novo guia lançado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, busca prevenir o uso do trabalho infantil na agricultura. O esforço da agência é no sentido de combater um problema que afeta 100 milhões de crianças no mundo.

O “Guia para Monitorar e Avaliar o Trabalho Infantil na Agricultura” tenta preencher brechas de programas de desenvolvimento agrícola que não conseguem medir o impacto do trabalho infantil no setor.

Agricultura Familiar

O diretor da Divisão de Proteção Social da FAO declarou que está aumentando a conscientização sobre a presença de crianças nas plantações de cacau, café e algodão.

Segundo Rob Vos, como resultado, existe mais ação para prevenir o trabalho infantil nessas áreas, mas o problema continua principalmente em plantações familiares que não estão ligadas aos mercados internacionais.

Escolas

O guia de 100 páginas foi desenvolvido pela FAO em parceria com a Universidade Humboldt, de Berlim. O livro explica como tratar o problema do trabalho infantil na agricultura.

O material também promove o uso de boas práticas para prevenir o uso de mão de obra infantil em zonas agrícolas e traz dicas sobre como medir o impacto do trabalho na performance escolar e na saúde das crianças.

O guia, em inglês, está disponível para download.

Leia Mais:

Rainha da Espanha nomeada embaixadora especial da FAO para nutrição

FAO: dieta mediterrânea, modelo antigo de vida saudável, está sob ameaça

Papa Francisco: acabar com a fome é obrigação que não pode ser negligenciada 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud