ONU fala de mais de 78 mil desalojados devido ao conflito em Darfur este ano

10 junho 2015

Organização ainda está por confirmar relatos de outras 130 mil pessoas que abandonaram as suas casas; informe ao Conselho de Segurança revela um aumento de ataques violentos contra pessoal da operação de paz e funcionários humanitários.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas estimam que 78 mil pessoas foram desalojadas pelo conflito na região sudanesa de Darfur em 2015. A informação foi dada ao Conselho de Segurança pelo secretário-geral assistente para as Operações de Paz.

Edmond Mulet citou relatos de agências humanitárias que dão conta da existência de mais 130 mil deslocados que, entretanto, ainda não foram confirmados pelo Escritório da ONU sobre Assistência Humanitária, Ocha.

Violações

Aos países-membros do órgão, Mulet disse que o número foi impulsionado pela segunda fase da ofensiva do exército denominada Operação Verão Decisivo. Grande parte dos afetados pelos combates vive na área de Jabel Marra.

Além de ser o centro dos mais pesados confrontos, a região é praticamente inacessível para o apoio humanitário. A preocupação surge também com os relatos de ataques a civis e com outras "violações de direitos humanos e do direito internacional."

Assistência

Neste momento, a Missão da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid está a transferir algumas das tarefas para a equipa das Nações Unidas que opera no país.

Mulet disse que a situação de segurança continua muito grave em Darfur e que há necessidade constante de assistência humanitária substancial. O cenário é agravado pelo fraco progresso no processo de paz.

O representante falou ainda de um aumento de ataques violentos contra o pessoal da missão de paz e funcionários humanitários.

Este ano também fica marcado por conflitos intercomunitários, que culminam com surtos de violência na região sudanesa.

Leia Mais:

Acnur preocupado com sequestro de 14 eritreus candidatos a asilo no Sudão

Darfur: Unamid anuncia recuperação de veículos roubados por homens armados

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud