Ocha diz que Ucrânia está entre os 10 países com mais deslocados internos
BR

9 junho 2015

Agência humanitária da ONU alerta que número de pessoas que fugiram de casa por causa do conflito passa de 1,3 milhão; calcula-se que mais de 6 mil tenham morrido entre abril de 2014 e junho deste ano.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, afirmou que a Ucrânia entrou para a lista dos 10 países com maior número de deslocados internos.

Segundo a agência da ONU, o conflito no país obrigou mais de 1,3 milhão de pessoas a deixar suas casas, a maioria na região leste nas províncias de Donetsk, Luhansk e Kharkivska.

Mortos e Feridos

De acordo com dados “conservadores” do Ocha, entre abril de 2014 e junho deste ano, 6,4 mil pessoas morreram por causa da crise na Ucrânia, incluindo civis e militares. Mais de 16 mil ficaram feridas.

Em Genebra, o porta-voz da agência, Jans Laerke, disse, esta terça-feira, que aproximadamente 5 milhões de ucranianos precisam de ajuda humanitária. O plano de resposta do Ocha tem como meta atender as necessidades de 3,2 milhões, mas Laerke afirmou que faltam fundos para cobrir as operações.

Ele explicou que o escritório humanitário da ONU só recebeu 24% do apelo feito para ajudar a população civil afetada pelo conflito.

Crise Política

Segundo o Ocha, em fevereiro do ano passado, a situação na Ucrânia passou de uma crise política interna para confrontos violentos em várias partes do país, chegando ao nível de conflito total na região leste.

Apesar do cessar-fogo firmado em setembro de 2014 em Minsk, os combates continuaram e a situação piorou com sérias consequências para a união, a integridade territorial e a estabilidade do país.

Em fevereiro deste ano, as partes envolvidas na crise assinaram o “Pacote de Medidas para a Implementação dos Acordos de Minsk”.

Leia Mais:

G7: Ban quer pedir cumprimento de responsabilidades morais e políticas

Conselho de Segurança da ONU debate situação na Ucrânia

Ban e Putin conversam sobre Ucrânia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud