Enviado da ONU realiza consultas com oposição Síria em Istambul
BR

4 junho 2015

Staffan de Mistura se reuniu com membros do Comitê Político da Coalizão Nacional Síria, SOC; na agenda estavam a implementação do Comunicado de Genebra e a necessidade urgente da suspensão dos assassinatos de civis.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, deu continuidade esta quinta-feira a consultas sobre a situação no país com membros da oposição.

O encontro com representantes do Comitê Político da Coalizão Nacional Síria para Oposição e Forças Revolucionárias, SOC, ocorreu em Istambul, na Turquia.

Solução Política

De Mistura escutou as opiniões dos participantes sobre a implementação do Comunicado de Genebra e os dois lados concordaram com a importância e a urgência de se encontrar uma solução política para o conflito no país.

Eles também estão de acordo com a necessidade de se acabar imediatamente com os assassinatos deliberados de civis.

O representante da ONU disse que “sua visita ao SOC demonstra, mais uma vez, que o objetivo das consultas é dar uma chance para que todos os sírios possam compartilhar suas visões sobre como deve ser o futuro do país”.

Genebra

Ao mesmo tempo, em Genebra, o vice-enviado especial Ramzy Ezzeldine Ramzy também manteve reuniões sobre a situação na Síria.

No encontro com a delegação do Japão, ele foi informado pelo embaixador Misako Kaji sobre a ajuda humanitária japonesa à Síria.

Ramzy afirmou que as reuniões em Genebra confirmaram mais uma vez o desejo da comunidade internacional em ajudar a resolver a situação. Segundo ele, a “contínua inércia para acabar com o conflito está apenas tornando mais complexa a questão militar e de segurança do país”.

Leia Mais:

ONU condena ataque que matou pelo menos 70 civis na Síria

PMA pede pausa humanitária na Síria

ONU continua consultas sobre Síria em reuniões em Genebra