ONU condena ataque contra trabalhadores de ajuda no Afeganistão
BR

2 junho 2015

Coordenador humanitário das Nações Unidas disse que está chocado com o assassinato de nove funcionários da ONG People in Need; Mark Bowden disse que desde o início do ano, 26 trabalhadores foram mortos, 17 feridos e 40 sequestrados no país.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU condenou esta terça-feira o ataque realizado contra trabalhadores de ajuda no Afeganistão.

O coordenador humanitário das Nações Unidas no país, Mark Bowden, disse que ficou “chocado” com o assassinato de nove funcionários da ONG “People in Need” na província de Balkh, região norte do Afeganistão.

Exemplo

Bowden afirmou que os trabalhadores estão ajudando a levar assistência necessária ao país.

Ele declarou que o ataque é um exemplo dos desafios que as equipes humanitárias enfrentam e dos sacrifícios feitos quando se trabalha no Afeganistão.

O coordenador da ONU disse que desde o início do ano, 26 trabalhadores foram mortos, 17 ficaram feridos e 40 foram sequestrados no país.

Capacidade

Os funcionários trabalham nas áreas de saúde em atendimento de emergência a pacientes, em programas para combater a desnutrição em crianças e para ajudar pessoas deslocadas por conflitos ou desastres naturais.

Bowden afirmou que os ataques reduzem a capacidade do grupo de realizar essas tarefas, deixando a população mais vulnerável do país em maior risco.

Ele pediu “a todas as partes envolvidas nos conflitos no Afeganistão que garantam passagem segura a todos os que fornecem ajuda humanitária para que tenham acesso às pessoas mais necessitadas”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud