Violência no Sudão do Sul força fuga de mais de 100 mil pessoas
BR

2 junho 2015

Acnur informou que maioria seguiu para três países vizinhos; conflitos impediram entrega de ajuda humanitária para 650 mil sul-sudaneses.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, alertou que os intensos combates nos últimos dois meses forçaram a fuga de mais de 100 mil pessoas do Sudão do Sul. A maior violência ocorreu nos estados de Unidade e do Alto Nilo.

O Acnur informou esta terça-feira que os conflitos impediram a distribuição de ajuda humanitária para cerca de 650 mil pessoas. As organizações parceiras da ONU foram obrigadas a deixar as regiões afetadas.

Sudão, Etiópia e Uganda

O porta-voz da agência, Adrian Edwards, disse que cerca de 60 mil sul-sudaneses fugiram para o Sudão, para a Etiópia e para Uganda desde janeiro deste ano.

Segundo o Acnur, subiu para 555 mil o número de pessoas que abandonaram as suas casas desde o início dos combates entre o governo e a oposição em dezembro de 2013. Os deslocados chegam a 1,5 milhão.

A agência da ONU está preocupada com a crescente insegurança alimentar na região. Mais de 3,8 milhões de sul-sudaneses não têm comida suficiente, o que equivale a um terço da população do país.

Plano de Resposta

Até o momento, o Plano de Resposta Regional para os Refugiados do Sudão do Sul em 2015 recebeu apenas 10% do valor necessário para cobrir as operações de ajuda.

Em maio, os vizinhos Sudão, Etiópia e Uganda registraram "grande aumento" nas chegadas. Somente na semana passada, cerca de 6 mil sul-sudaneses seguiram para o Sudão, e 4 mil para Uganda.

Na preparação para um maior fluxo de refugiados, a agência da ONU revelou que são necessários mais artigos de ajuda humanitária com a aproximação da estação das chuvas. Muitas áreas com refugiados podem ficar sem acesso por causa dos alagamentos.

*Apresentação: Edgard Júnior.

Leia Mais:

Ban condena expulsão de representante da ONU no Sudão do Sul

Altos funcionários da ONU expressam alarme com abusos no Sudão do Sul

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud