Tony Blair deixa o cargo de representante do Quarteto para o Oriente Médio
BR

27 maio 2015

Ex-primeiro-ministro britânico ocupou a posição por oito anos; grupo representa a ONU, os Estados Unidos, a Rússia e a União Europeia.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O ex-primeiro-ministro britânico, Tony Blair, anunciou esta quarta-feira que está deixando o cargo de enviado especial do Quarteto para o Oriente Médio.

O grupo representa a ONU, os Estados Unidos, a Rússia e a União Europeia nas mediações entre israelenses e palestinos.

Compromisso

Em comunicado, o Quarteto expressou profundo agradecimento pelo trabalho realizado por Blair durante esse período como seu representante.

O Quarteto disse que como mediador na região durante os últimos oito anos, Blair demonstrou um firme compromisso com a causa da paz entre israelenses e palestinos.

Além disso, o ex-primeiro-ministro britânico contribuiu para os esforços de promover um crescimento econômico e para melhorar a qualidade de vida diária dos residentes da Cisjordânia e da Faixa de Gaza.

O Quarteto agradeceu o serviço prestado por Blair e reafirmou o compromisso de avançar com o processo de paz e prosperidade para israelenses e palestinos na região.

Leia Mais:

Quarteto para o Oriente Médio quer retomada das negociações de paz

Ban pede a Israel que se abstenha de atividades de assentamento

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud