Entrevista: Angola, baixa dos preços de petróleo e expansão de energia

21 maio 2015

Em 2016, Angola espera ter os primeiros resultados do plano de investimento que prevê ligar cerca de 3,5 milhões de habitações à rede elétrica nacional até 2025.

A informação foi dada à Rádio ONU, em Nova Iorque, pelo secretário de Estado angolano de Energia, Joaquim Ventura. Nesta entrevista, o representante falou do Brasil e o seu apoio em finanças e tecnologia para o avanço do plano.

Ventura abordou o nível de intercâmbio na área com os outros países lusófonos e no âmbito da Cooperação Sul-Sul. A conversa decorreu à margem do Fórum de Energia para Todos, que decorreu esta semana nas Nações Unidas.

O responsável disse que Angola está a negociar financiamentos para que a queda internacional dos preços do seu principal produto de exportação, o petróleo, não pare os investimentos para ampliar o acesso à energia.

Acompanhe a conversa com Eleutério Guevane.

Tempo total: 5'07"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud