Ban elogia assinatura de pacto de paz e reconciliação no Mali

15 maio 2015

Secretário-geral manifestou esperança de que outras partes no processo político adiram ao pacto; governo e coligação Plataforma adotaram o pacto em Bamaco; na quinta-feira aliança Coordenação assinou documento.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas saudou os signatários e mediadores do Acordo de Paz e Reconciliação no Mali pela adoção do pacto, pelo governo e uma das coligações de grupos armados, esta sexta-feira, em Bamaco.

Ban Ki-moon saudou a liderança da Argélia pelos seus esforços ao produzir o "texto equilibrado"  em frente dos facilitadores. O governo maliano assinou o acordo com uma aliança denominada Plataforma.

Acordo

O chefe da ONU disse tratar-se de um passo importante em direção à paz sustentável, ao revelar a sua esperança de que outras partes no processo político de Argel também possam aderir o mais rapidamente possível.

Ban saudou a aceitação do acordo pela outra coligação de grupos armados denominada Coordenação, nesta quinta-feira, na capital argelina.

O apelo do secretário-geral é que todos os intervenientes mantenham o pacto aberto à adesão dos que ainda estão pendentes, e que prossigam o diálogo para que o acordo seja assinado por todas as partes o mais breve possível.

Paz Duradoura

Ban disse acreditar que o acordo é uma base sólida sobre a qual deve ser construída uma paz justa e duradoura no Mali. Aos mediadores, Ban pediu que identifiquem os pontos que não são possíveis de realizar, enquanto é aguardada a assinatura pelas outras partes.

O outro apelo é que tenham prioridade as questões que podem ajudar a promover um ambiente propício para que todas as partes rubriquem o pacto.

A nota termina com o secretário-geral a lembrar que continuam válidos os acordos de cessar-fogo de maio do ano passado e as declarações de cessação de combates de julho de 2014 e de fevereiro de 2015. O representante instou às partes a honrarem os seus compromissos.

Leia Mais:

Mali: enviado reafirma expectativa de acordo de paz até 15 de maio

Secretário-geral muito preocupado com ataques contra a ONU no Mali

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud